Cuidados a ter

  • Em caso algum deverá fornecer o cartão e o código secreto a terceiros para facilitar o acto de pagamento (por exemplo, em restaurantes, para evitar ter de deslocar-se ao terminal de pagamento);
  • Quando está a pagar em estabelecimentos, nunca deve perder de vista o seu cartão e deve certificar-se de que a leitura do mesmo é efectuada num único equipamento;
  • Digite sempre o código secreto cobrindo o teclado com a outra mão. Deve ainda garantir que o faz nas devidas condições de privacidade, protegendo a sua digitação do olhar de terceiros ou de equipamento de filmagem;
  • Depois de confirmar o valor e digitar o código secreto, não permita que repitam a operação sem que o terminal apresente uma mensagem de que a primeira tentativa foi anulada ou mal sucedida;
  • Certifique-se de que o cartão que lhe é devolvido é efectivamente o seu;
  • Exija sempre o comprovativo da operação realizada;
  • Se detectar algo de irregular no equipamento onde é passado o cartão, não efectue o pagamento e comunique esse facto de imediato à Linha de Apoio MULTICAIXA, através dos números 244 222 641840 ou 244 923 168 840;
  • Ao utilizar o seu cartão num Terminal de Pagamento Automático (TPA), confirme sempre se o valor que surge no visor do TPA corresponde ao preço do bem ou do serviço adquirido, antes de digitar o PIN ou assinar o respectivo talão;
  • Nunca perca o seu cartão de vista, quando efectua um pagamento;
  • Certifique-se sempre de que o cartão e a cópia do talão de pagamento lhe são devolvidos;
  • Guarde as cópias dos talões de pagamento até à recepção do extracto e evite abandoná-los no local da compra ou noutro local público;
  • Compare os talões de pagamento com os valores apresentados no extracto de conta e contacte de imediato o banco emissor do cartão, caso detecte divergências no extracto (por exemplo, uma transacção incorrecta ou não realizada por si);
  • Apresente um documento de identificação válido ao funcionário do estabelecimento, se tal for solicitado em conformidade com as Condições Gerais de Utilização (CGU). Trata-se de uma medida de segurança a favor dos legítimos titulares dos cartões, para dificultar a utilização abusiva por terceiros que eventualmente se tenham apropriado do cartão;
  • No caso de cartões de crédito, nas validações de transacções com assinatura, o comerciante deve conferir a assinatura. Caso o cartão não esteja assinado, o comerciante deve pedir ao titular que o assine e solicitar um documento de identificação;
  • O comerciante deverá sempre guardar os talões do TPA, para que, em caso de dúvidas ou reclamações, se possa fazer prova de que o titular do cartão autorizou aquele débito;
  • Em caso algum o comerciante poderá guardar os dados dos cartões dos clientes;
  • O comerciante deverá garantir a confidencialidade do número do cartão e de quaisquer dados referentes ao titular do cartão;
  • O comerciante não pode cobrar qualquer taxa decorrente da utilização de um cartão no TPA.

Problemas nos Terminais de Pagamento Automático

Compra não realizada foi debitada

Esta situação pode acontecer quando, por algum motivo, uma operação não é concluída no TPA, mesmo após a autorização pelo sistema. Nestas situações, a reposição do montante debitado ocorre assim que o TPA utilizado voltar a estabelecer comunicação com o sistema.  Caso a operação nesta situação ficar por reembolsar o utente do cartão deverá reclamar junto do banco emissor do cartão.

Operação recusada

  • Aviso no visor do cliente: “OPERAÇÃO ANULADA / CANCELED”

A operação não se concretizou devido a uma falha na comunicação entre o TPA e o sistema.

  • Aviso no visor do cliente: “SEM EFEITO | CANCELED / ANULADO”

A operação não foi autorizada pelo sistema por o cartão estar inibido, por não se ter conseguido contactar o emissor ou por o adquirente (acquirer) ter solicitado no visor do comerciante para este o contactar telefonicamente.

  • Aviso no visor do cliente: “NÃO AUTORIZADO | CANCELED / ANULADO”

A operação não foi autorizada pelo sistema. Pode acontecer por: 1) insuficiência de saldo disponível 2) a operação estar a ocorrer sem ligação ao emissor ou ao adquirente (acquirer) 3) o saldo de cartão ou de conta no cartão não permitir a realização da compra 4) o cartão estar caducado 5) o emissor ou o adquirente (acquirer) a ter recusado sem motivo explícito.

  • Aviso no visor do cliente: “CÓDIGO ERRADO | CANCELED / ANULADO”

A operação não foi autorizada pelo sistema por o código secreto introduzido não estar correcto.

  • Aviso no visor do cliente: “FALTOU CÓDIGO | CANCELED / ANULADO”

A operação não foi autorizada pelo sistema por não ter sido introduzido o código secreto. Esta situação ocorre quando, após confirmação do valor com a tecla verde (OK), se prime novamente a mesma tecla antes da introdução do código secreto.

  • Aviso no visor do cliente: “TPA SEM CONTRATO | CANCELED / ANULADO”

A operação não foi autorizada pelo sistema por o comerciante não ter contratada a aceitação de cartões da marca do cartão do cliente.

Não se consegue ler a banda magnética ou o chip do cartão

Esta situação poderá ter acontecido por uma das seguintes razões:

  • Leitura deficiente do cartão aquando da passagem pelo leitor, por má colocação do cartão ou por o leitor do terminal não estar em boas condições;
  • Avaria no chip do cartão;
  • A banda magnética do cartão poderá estar danificada. Se o cartão não for utilizável noutros pontos de acesso à Rede MULTICAIXA (em Caixas Automáticos ou noutros TPA), deve ser substituído. Tratando-se de um cartão de crédito, a identificação do cartão poderá ser efectuada através da introdução manual do seu número caso o comerciante tenha autorização para o efeito.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.